Duda Imóveis

O seu imóvel locado precisou de algum conserto e agora você não sabe quem deve arcar com os custos de manutenção? É o proprietário ou inquilino?

Para te ajudar e garantir uma estadia tranquila, preparamos alguns tópicos pontuais da responsabilidade de cada uma das partes.

O inquilino deve manter as condições da propriedade quando a recebeu, precisando reparar o que ele danificar.

Já o proprietário deve arcar com os custos que o imóvel gerar para manter as devidas condições de uso do locatário. Fique sempre atento as condições do imóvel, cuide para que não hajam estragos, mas caso isso ocorra é importante saber quem deve ser responsabilizado.

Fica a dica também, de que é muito importante a comunicação nesses casos. Tanto o locatário quanto o locador devem ser claros sobre as condições da propriedade a fim de zelar sua condição original.

LOCADOR

Deve arcar com os custos fundamentais para manter o imóvel em condições de uso.

Das responsabilidades do LOCADOR ficam definidas como:

• Troca de telhas quebradas;

• Troca de calhas furadas ou quebradas;

• Troca de caixa d’água e equipamentos;

• Troca de caixa de esgoto;

• Troca de tubulações de água internas (dentro das paredes);

• Troca de registros de água quando necessário quebrar parede;

• Troca de caixa de luz e/ou poste de sustentação do relógio;

• Troca de portão externo;

• Conserto de muro externo em caso de ação do tempo;

• Conserto de telhado em caso de ação do tempo;

• Conserto de tubulação externa e interna de esgoto;

• Pintura externa do imóvel;

• Calçamento externo do imóvel (quando exigido padrão novo pela prefeitura);

• Troca do poste de sustentação do relógio de luz (casas);

• Troca da caixa e instalação do relógio (quando exigido pela empresa de energia).

• Verificar o imóvel como um todo, evitando deixar problemas aparentes da locação anterior.

O inquilino deve avisar IMEDIATAMENTE ao setor de manutenção da imobiliária por escrito mediante qualquer problema no imóvel conforme instruído na assinatura do contrato, sob pena de responsabilização pelos danos a que der causa pela falta da comunicação.

LOCATÁRIO

Deve manter a manutenção do imóvel no seu período de residência. Quando assinado o contrato de locação, o inquilino tem o dever de fazer a vistoria e relatar por escritos tudo que já estiver estragado. Essa etapa é fundamental pois, futuramente o inquilino poderá ser responsabilizado e deverá arcar com o estrago não relatado. Exemplo.: O locatário percebe uma torneira pingando e não relata na vistoria de entrada. Quando sair, se a vistoria final constatar a torneira quebrada, com essa diferença nos relatórios, o locatário quem arcará com o custo.

O LOCATÁRIO é responsabilizado por:

• Conserto ou troca de cubas e torneiras de preferência na mesma marca e tipo. No caso de não haver mais a mesma torneira a venda, colocar uma de mesmo padrão;

• Conserto ou troca de todo o encanamento externo do imóvel como, cano das louças sanitárias e pias da cozinha e tanque;

• Troca de disjuntores estragados e manutenção do relógio de luz e sua fiação, lâmpadas;

• Troca de tomadas de energia elétrica por outras de mesmo padrão quando estragadas;

• Troca ou conserto da pia, hidra do vaso sanitário, chuveiros bem como as borrachas de vedação, registro de fogão e água com instalação externa (que não precise quebras parede) e acentos quebrados e outros, pelo inquilino;

• Troca de vidros quebrados ou lascados;

• Troca ou conserto de fechaduras externas ou internas no mesmo padrão;

• Conserto das fechaduras internas e chaves;

• Troca de cerâmicas ou azulejos que forem lascados ou quebrados pelo inquilino;

• Conserto ou troca do interfone do imóvel e campainh;

• Conserto da fiação elétrica quando o problema for causado pelo inquilino (uso inadequado de equipamentos com potência superior a rede elétrica do imóvel);

• Limpeza e desentupimento de vasos sanitários, pias, caixa de gordura e esgoto, ralos e canos e fossa externa (casas);

• Manutenção da área externa do imóvel (casas) como piso, muros, calçadas, portões, piscina mantendo-os em perfeito funcionamento;

• Limpeza de telhado e calhas externas mantendo-os desobstruídos de folhas e sujeira que provoquem entupimento e possível infiltração no imóvel;

• Limpeza das paredes mais suscetíveis ao mofo por excesso de umidade, imóvel voltado para o sul (pouco ou nenhum sol), ou fechado a maior parte do dia, ou situado abaixo do nível da rua;

ATENÇÃO: muitos inquilinos locam um imóvel sem prestar atenção na quantidade de sol que o mesmo recebe e no tempo em que por dia ele fica fechado. Isso implica em mofo nas paredes por excesso de umidade e sendo assim o dano não é causado pelo proprietário do imóvel e sim por ação do tempo e uso do mesmo pelo inquilino. Quem deve manter as paredes limpas é o INQUILINO. O proprietário somente será responsabilizado quando o mofo for proveniente de vazamento por infiltração de cano quebrado, telha quebrada ou proveniente do vizinho de cima ou do lado(apartamentos). A maioria dos inquilinos de casas não limpam o telhado e as calhas o que vai provocar vazamentos por conta do entupimento causado pela falta de manutenção e, portanto, consertado pelo inquilino.

• Manutenção do piso. Em imóveis novos todo o dano que for dado causa por mau uso será suportado pelo inquilino, assim evite riscos no piso por arrastar móveis sem o devido cuidado, manchas por uso inadequado de produtos de limpeza, etc. Nenhum locador poderá exigir que o inquilino troque todo o piso por conta de uma mancha ou risco mas pode pedir que o mesmo seja consertado utilizando-se as técnicas modernas que não custam muito barato;

• Pintura do imóvel. Se recebeu com pintura nova, entregue com pintura nova. Se recebeu com pintura velha não precisa pintar ao sair do imóvel. Pintura externa suportada pelo locador;

• Manutenção e conserto de esquadrias e venezianas do imóvel;

• Manutenção e conserto do porteiro eletrônico;

• Manutenção e conserto de caixa de correio;

• Problemas provenientes de temporais. Indenização direta a companhia de energia quando for o caso.

A duda Imóveis trabalha com o compromisso de ajudar o inquilino intermediando a comunicação e soluções de problemas entre locador e locatário.

Quando necessário indicamos possíveis prestadores de serviços terceirizados para realizar manutenções que possam surgir durante o período de estadia no imóvel.

Contamos com uma equipe especializada para cada tipo de demanda e todos os parceiros da Duda imóveis cumprem padrões de excelência e responsabilidade com o serviço prestado.

Você inquilino e proprietário não é obrigado a fazer o serviço com o profissional indicado a Duda Imóveis oferece esse tipo de serviço como diferencial.

Qualquer dúvida você pode nos encaminhar um email para manutencao@dudaimoveis.com.br

Duda Imóveis

Este artigo foi produzido pela Duda Imóveis. Gostou? Compartilhe suas sugestões e dicas, nossos consultores vão adorar conversar com você. Deixe seu comentário abaixo!